Ageuniara

Inadimplência provoca campanha em São Carlos

Por: LILIANE APARECIDA CARNEIRO

20/06/2006

A inadimplência vem afetando a todos, homens, mulheres e até idosos. Empresários vêm perdendo muito dinheiro por causa dos calotes e por isso se juntam para promover campanhas que possam ajudar as pessoas a quitar suas dívidas. "Xô Inadimplência" é a mais recente dessas campanhas que a Associação Comercial e Industrial de S. Carlos lança em julho.

A inadimplência, ou o descumprimento de uma liquidação de pagamentos, é um dos problemas que mais atingem os setores do comércio e serviços e impede que inúmeros empresários desenvolvam seus negócios. Foi por esse motivo que a Associação Comercial e Industrial de São Carlos (ACISC) criou o XÓ INADIMPLÊNCIA.

A quarta edição dessa campanha começará em julho e tem como objetivo fazer com que pessoas devedoras tirem seu nome do SPC (Sistema de Proteção ao Crédito). A assessoria de imprensa da ACISC informa que os empresários estão obtendo sucesso nessa campanha. Várias pessoas já procuraram as lojas para fazer um acordo e "limpar" seu nome. Houve uma procura de 30% dos devedores para quitar as dívidas.

Maycon Vick foi um dos que procuraram fazer acordo durante a campanha. Para ele, esse tipo de iniciativa das empresas é muito bom, pois ajudam as pessoas a limpar o nome no SPC e ficar com crédito na praça de novo.

Para saber lidar com clientes que não quitam suas dívidas é necessária a adoção de práticas que diminuam o risco de calotes. SPC e Serasa são sistemas utilizados para que as lojas e os bancos possam consultar.

A economista Paula Velho, professora universitária, aponta que as dificuldades financeiras, falta de controle nos gastos, compras para terceiros, redução de renda e surgimento de doenças são alguns fatores que levam os consumidores a atrasar os pagamentos. Paula afirma que não existe um perfil para os inadimplentes, que são homens, mulheres, jovens e até idosos.

Pesquisas realizadas pelo Serasa mostram que as mulheres têm tendência de ser mais pontuais com suas dívidas. Os homens têm um descontrole maior, talvez por serem o chefe da família e terem muitas responsabilidades. O que mais surpreendeu na pesquisa foi o aumento dos números de idosos que não estão com as contas em dia.

“O responsável por esse aumento foi o crédito consignado com desconto na aposentadoria do INSS. Em muitos casos a inadimplência é involuntária, pois é grande o número de aposentados que pegaram o crédito consignado para parentes, amigos ou conhecidos que deram o calote”, acrescenta Paula Velho.

Para evitar que seu nome caia na lista do SPC ou Serasa, é importante que você controle seus gastos de acordo com seu salário. Faça anotações de todas as suas dividas, controle as despesas com telefone e a conta de energia. Sempre que puder compre à vista, mas se for comprar a prazo, escolha lojas que cobram menos juros. Se seu nome já entrou no Serasa ou no SPC, procure o local em que você deve e faça um acordo para obter seu crédito de novo.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/