202009260005

mostrar mensagem ]

AVISO DE PRIVACIDADE

A proteção dos seus dados pessoais é importante para nós. Adotamos as melhores técnicas para deixar esse site seguro. Estamos atualizando nossa política de privacidade e termos de uso do site. Em breve, ela estará aqui para você saber o que fazemos com os dados pessoais que coletamos e como protegemos suas informações.

ocultar ]

mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Escola de Boa Esperança do Sul recebe livros didáticos

Por: MARIA CECILIA GAMBA ILHO SENHORAES

05/04/2006

Cerca de sete milhões de alunos do ensino médio passaram a contar com livro didático gratuito, antes destinado aos estudantes do ensino fundamental.

As três séries são complementadas com obras de português e matemáticca. São 15.5 milhões de exemplares, num investimento de R$ 135 milhões, que vai beneficiar alunos de 13.253 escolas.

Em Boa Esperança do Sul (SP), cerca de 653 alunos de ensino médio da escola estadual "Coronel Marcelino Braga" já receberam exemplares do livro didático.

O diretor da escola,Antônio Romeu Dandréa, afirma que o livro didático é importante tanto para os professores quanto para os alunos.

"Afinal poucas pessoas teriam condições de comprar material, pois é no ensino médio que se concentram o maior número de jovens de baixa renda", observa.

Segundo ele,o ensino médio passou a ser educação básica e nota-se o aumento de interesse dos alunos na procura de cursos profissionalizantes.

De acordo com Dandréa, os livros devem ser usados por três anos. No final de cada ano letivo os alunos devem devolvê-los à escola para serem reutilizados no ano seguinte.

"O livro é direito de qualquer aluno, mas caso ocorra perda do mesmo o aluno fica responsável pelo seu reembolso", afirma Dandréa.

Elisabeti Aparecida Valente, professora e vice diretora da escola estadual "Dr. Alberto Alves Rollo" de Américo Brasiliense(SP) e que também leciona na escola estadual de Boa Esperança do Sul, afirma que por meio deste método será cobrado mais desempenho dos alunos."Se a aula rende mais temos condições de cobrar mais de cada aluno", ressalta a professora.

Ela também destaca que o aluno mesmo perdendo aula, terá em mãos toda a matéria dada em sala de aula."Fica mais fácil para os alunos entenderem a matéria,pois passam a ter uma fonte de pesquisa guardada",diz

Aluna A. M. C. N., de 15 anos, que cursa o primeiro ano do ensino médio em Boa Esperança do Sul, elogia a iniciativa. Para ela os livros didáticos facilitaram muitas coisas."Não é preciso copiar matéria e é só entender o livro e fazer um breve resumo", comenta.

A aluna também ressalta que fica mais fácil entender a matéria, pois no livro é explicado de forma completa.

Os livros didáticos além de amenizar as despesas dos pais, evitam que o aluno fique preso à apostila e fotocópias."O livro desperta um interesse maior em regressar na vida profissional,pois é ilustrado com muitas propagandas", finaliza estudante.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/