Ageuniara

Eleitores têm dúvida sobre as opções "sim" e "não" do referendo

Por: FRANCISCO LOURENÇO BARBOSA

21/10/2005

Falta menos de uma semana para o referendo, mas ainda há pessoas confusas em relação a resposta de "Sim" e "Não". No dia do referendo, que acontecerá no próximo domingo (23/10), a população brasileira irá às urnas decidir se aprova ou não o livre comércio de armas e munições no país.

Mas, Rafael Pedro de Sales, de 18 anos, que votará pela primeira vez, faz confusão com o "Sim" e o "Não". Ele diz que é a favor do comércio de armas, porque, segundo ele, “desarmar apenas o cidadão de bem não vai diminuir a violência”, afirma.

Mas quando lhe foi perguntado em que opção votaria, ele respondeu “Sim”, quando o correto, de acordo com sua opinião é “Não”.

Quem for a favor deverá votar "Sim", opção 2. Quem for contra a proibição a escolha será "Não", opção 1.

O aposentado Lourentino Gomes Camacho, de 55 anos, não tem certeza se votando não estará proibindo ou liberando o comércio de armas e munições, mas salienta que os bandidos deveriam ser os primeiros desarmados. “Porque com a proibição o criminoso terá mais coragem para entrar em residências, por exemplo, porque ele terá a certeza de que não encontrará reação”, explica.

O motorista Valtter Ribeiro Filho, de 41 anos, não tem dúvidas de que a opção sim é a favor da proibição e na esperança de que a criminalidade seja amenizada, ele garante que esta será sua opção. “Diminuir o total de armas no país já é um começo, mas creio que para mudar a situação o governo precisa investir na educação”.

No dia 23 de outubro, aproximadamente 1.300 pessoas, divididas entre, mesários, motoristas e funcionários de cartórios eleitorais de Araraquara(SP) estarão trabalhando nos 294 locais de votação.

Os eleitores que votavam na escola "Padre Francisco Sales Culturato",nº 925, na Avenida 36, foram transferidos para o colégio, "José Roberto de Pádua Camargo",nº 4.000, na rua, Nove de Julho, a conhecida Rua 2.

Quem estiver fora de seu domicílio no dia do referendo deverá se dirigir a qualquer seção eleitoral e preencher o formulário de justificativa para não ficar em falta com a Justiça Eleitoral.Diferentemente de eleições passadas, este ano a justificativa poderá ser feita em qualquer seção eleitoral.

O formulário já está disponível nos cartórios eleitorais e na Internet, nos sites: www.tse.gov.br e www.tre-sp.gov.br.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/