Ageuniara

Estudantes enfrentam gravidez na fase universitária

Por: ERIKA MAC KNIGHT

22/06/2005

A gravidez indesejada já se tornou um assunto em todos os níveis da sociedade, seja na adolescência ou até mesmo durante o período universitário.

É o caso de várias estudantes que muitas vezes têm que abandonar a faculdade para lidar com a vida adulta, precocemente. Em Araraquara(SP) esse quadro também acontece nas faculdades existentes na cidade.

Para o professor de Psicologia da Universidade Estadual Paulista (Unesp) campus de Araraquara, a gravidez nesse periodo é algo ainda precoce pois a jovem não está preparada para criar uma criança, morando muitas vezes em república e dependendo financeiramente dos pais.

"Com isso, muitas delas, acabam desistindo da faculdade ou tentando conciliar a maternidade com os estudos", explica . A estudante de Ciências Sociais da Unesp Milena Lino, 20 anos, por exemplo, diz que depois da gravidez, continuou fazendo faculdade. "Parece que nunca dá tempo de fazer todas as coisas, pois tenho que ir para faculdade e depois à noite cuidar da minha filha, que fica na creche em tempo integral",diz.

O único tipo de benefício que estas jovens recebem é a licença maternidade durante três meses, período que não conta faltas para a gestante.

Para Cintia dos Santos, 21 anos, estudante também da Unesp, que faz faculdade com o auxilio do bolsa-pai, ficar grávida trouxe várias dificuldades. "Tentei pedir uma bolsa a mais, para conseguir sustentar meu filho, contudo não tive sucesso; então o pai do meu filho teve que trancar a faculdade para gerar renda", declarou

.

Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/