mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Matão cria novo sistema para transporte de alunos

Por: NORMA DOS SANTOS

19/05/2004

Os estudantes universitários de Matão (SP) que utilizam o transporte intemunicipal da empresa Paraty para estudarem em outra cidade, passam a contar com o sistema de bolsa única.

A iniciativa partiu da Comissão de Estudantes de Matão (Coesma), por meio de uma solicitação ao prefeito da cidade, Jaime Gimenez (PMDB) que prontamente aceitou a proposta.

O objetivo é acabar com a falsificação de documentos que eram apresentados por estudantes, no intuito de se beneficiarem do pagamento do transporte de ônibus.

Com a implantação do sistema de bolsa única a prefeitura repassa R$ 324.000,000 à Paraty e esse valor é dividido entre os alunos cadastrados que estão incluídos no sistema. p>Esse sistema de bolsa única não será implantado para cursos similares já existentes nas faculdades de Matão , que são os cursos de Direito ,Engenharia Mecatrônica , Adminstração , Sistema de Informação e Engenharia Mecânica. Terão bolsas integral de R$ 88,00.

Os demais alunos que entraram no sistema vão pagar os mesmos valores na mensalidade do transporte que é de R$ 50,00 ,independente de raça,religião ou situação financeira .

O pedido de cancelamento de cotas de bolsas foi feito devido o grande aumento de falsificação de documentos apresentados pelos estudantes no momento em que iam fazer seu cadastramento , para avaliação de bolsa de transporte .

Até o ano passado esse sistema ainda existia e através dele a prefeitura oferecia para seus usuários, os estudantes, o transporte com direito a cotas de bolsas .

Essas cotas eram divididas em porcentagem de 25% , 50% ,70%e 100% mediante a apresentação recente do xeróx da matricula do aluno e os xeróx dos documentos de todos que residiam na casa do aluno ,inclusive a apresentação de holerites ,pro- labore e carteira de trabalho,independente se os portadores estavam empregados ou não .

De acordo com a soma total da renda familiar era feita a distribuição e as avaliações de bolsas ,que eram realizadas pela Comissão de bolsas juntamente com as assistentes sociais .

Os estudantes que tinham sua renda familiar de R$ 1260, 00 tinha uma cota de 25% e pagava o valor de R$ 61,00. Os que tinham renda de R$ 1.000,00 tinham uma cota de 50% e pagavam R$ 42,00. Já os que tinham renda de R$ 900,00 tinham uma cota de 70% e pagavam R$25,00.Os que tinham 100% eram isentos da mensalidade do ônibus,porque eram considerados alunos carentes que não tinham condições de pagar o transporte.

Esses alunos que não tinham condições de pagar o ônibus recebiam a visita das assistentes sociais em suas residências para serem aprovados pela renda e pela estadia , do aluno e de seus familiares residentes na casa. Na maioria das vezes o resultado era o contrário por não ser verídico os documentos apresentados .

Os estudantes de Matão apoiam a iniciativa pelo fato de não precisarem apresentar todos os documentos na hora do cadastro . Para a aluna Lucilene Aparecida Ligabô, estudante de Psicologia da Faculdade Ites de Taquaritinga (SP) a intenção da empresa é válida. "Acho que vai facilitar a vida dos estudantes", opina



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/