Ageuniara

Terapias Alternativas ampliam opções de tratamento

Por: BRENDA SILVA SOARES BENTO

18/09/2018

Mesmo com a inclusão de mais dez terapias alternativas ao rol de procedimentos dessa natureza aprovados pelo SUS, o que elevou para 29 as abordagens permitidas pelo sistema público de saúde, aqui em Araraquara esse atendimento não está disponível nas unidades do município.

A enfermeira Juliana Mioto Hamid, do Centro Municipal de Saúde do bairro Santa Angelina, confirmou que não estão disponíveis os procedimentos de terapias alternativas para a população em Araraquara (SP) e ela desconhece a existência de planos para implantação deles na cidade.

Em 12 março deste ano, o Sistema Único de Saúde (SUS) incorporou dez novas terapias alternativas, elevando para 29 as opções disponíveis. As terapias incorporadas foram apiterapia, aromaterapia, bioenergética, constelação familiar, cromoterapia, geoterapia, hipnoterapia, imposição de mãos, ozonioterapia e terapia de florais.

O terapeuta Junior Takanage conta que nunca tentou atender pelo SUS, pois a coisa não é tão simples já que “os médicos sempre criam caso”. “A situação hoje é a seguinte: o SUS aceita mas os médicos brigam em busca de que isso seja apenas um direito deles ”, afirma Takanage.

De acordo com nota recebida da assessoria de imprensa do Ministério da Saúde, o esclarecimento de dúvidas sobre a indisponibilidade das terapias, ou de como funciona o encaminhamento para este tipo de atendimento, deve ser verificado com a Secretaria de Saúde do Munícipio. Porém, até o fechamento desta edição, em 12 de setembro, a Secretaria não havia se manifestado, mesmo acionada por meio da Assessoria de Imprensa da Prefeitura.

As terapias alternativas têm atraído grande número de pessoas que buscam alívio para o estresse, diversos tipos de dores, tratamento da depressão e ansiedade, ou também como auxilio no emagrecimento.

 O motivo dessa busca é evitar ou complementar os tratamentos convencionais com medicamentos. Dentre as terapias alternativas, a mais comum é a acupuntura, uma técnica oriental chinesa que estimula pontos espalhados pelo corpo para tratar enxaqueca, estresse, cólica, dentre outras doenças.

A yoga também é muito usada por ser uma prática de meditação que traz melhorias desde a qualidade do sono até no condicionamento físico.

Além dessas existem outras opções de terapias alternativas que usam desde óleos de plantas (aromaterapia), propriedades dos sons (musicoterapia), a energia das mãos (reiki) como técnicas para fins terapêuticos. O objetivo dessas abordagens é tratar desequilíbrios emocionais, estimular a comunicação e a melhoria nos relacionamentos, além de equilibrar os chacras.

A bióloga Magda Viviane Yamada, que gosta bastante de yoga, explica que desenvolveu maior concentração com a prática da atividade. Também praticante da acupuntura, Magda afirma que iniciou a terapia para tratar o bruxismo. Segundo ela, os ombros e maxilares ficam mais relaxados e ainda que se sinta ansiosa consegue dormir melhor sem as crises agudas de bruxismo que tinha antes do tratamento.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/