mostrar mensagem ]

Comunicados Oficiais - UNIARA (COVID-19)

Em virtude da pandemia global de COVID-19, as atividades da Universidade de Araraquara - Uniara sofreram alterações.

Clique aqui e confira todos os comunicados oficiais da Instituição.

ocultar ]

UNIARA

Ageuniara

Primeira habilitação: reprovações assustam candidatos

Por: LEONARDO MARCO DA SILVA GERALDO

16/05/2017

Tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) é o sonho de muitos jovens que acabam de completar os 18 anos de idade. Porém, há índices relevantes em relação às reprovações no exame final do processo de obtenção da Permissão para Dirigir (PPD), ou como é chamada popularmente, a primeira habilitação.

Segundo o portal Diário do Grande ABC e o DETRAN - SP, na capital paulista 40% dos candidatos não são aprovados na prova técnica. Em Araraquara (SP), o índice varia entre 50% a 60%, segundo informações coletadas através dos instrutores da auto escola e despachante Nova Era.

Para o instrutor, João Ayello Neto , 57, um dos principais motivos para as reprovações é o nervosismo que atinge os candidatos. “ Nervosismo, falta de preparo emocional e, em alguns casos, falta de interesse em se empenhar. Alguns casos também por obrigação, tipo os pais obrigam, ou marido fica doente ou morre, e os candidatos acham que tem que assumir o volante e a gente sabe que não é assim que funciona”, observa.

O instrutor Ayello aponta que mais de 50% das reprovações são causadas por falta de sinalização, interrupção do funcionamento do motor e erros no processo de baliza. “Não sinalizar com antecedência as manobras pretendidas, interromper o funcionamento do motor sem justa razão, após o início da prova, não colocar o veículo na área balizada e também por não fazer a parada obrigatória, todos levam a falta eliminatória”, explica Ayello.

O jovem, Pedro Henrique do Nascimento Vergara, 19,  já foi reprovado no exame prático de carro. “Eu acredito que foi por causa da ansiedade e do nervosismo, na hora o pé treme e você fica sem saber o que fazer”, explica Vergara.

Segundo ele, o processo, em geral, para obter a primeira habilitação é cansativo, principalmente aulas no Centro de Formação de Condutores (CFC). Ele relata que as aulas no simulador poderiam ser dispensadas e substituídas por aulas práticas na rua.

O estudante de Arquitetura e Urbanismo, Leonardo Monteiro de Souza, 19, relata que foi reprovado duas vezes no exame técnico de carro e apontou os principais motivos. “Na prova teórica eu fui reprovado por falta de um ponto. Já no primeiro exame prático, a examinadora disse que eu estava batendo na árvore, mas eu ainda estava esterçando. No segundo, o erro foi meu, já que estacionei fora da faixa. Mas em nenhum dos exames eu estava nervoso”.

Para ele, o exame prático de moto não é difícil, ao contrário do exame de carro. “Eu acho difícil por ser muito extenso e também pela pressão que é passada através do humor do examinador”, relata ele.

Em relação ao tempo do processo, Souza, destaca que poderia ser mais ágil, principalmente a parte de documentação e aos 21 dias de espera para a realização de um novo exame. “Eles poderiam adiantar a documentação e realizar todos os exames em único dia lá no Poupatempo, e também reduzir o tempo de espera para fazer o próximo exame em caso de reprova, já que temos um ano para tirar carta”, finaliza.

Manual

Segundo o Manual de Formação de Condutores Veicular, a primeira habilitação pode ser: categoria A (moto), categoria B (carro), categoria A/B; ACC (Autorização para Conduzir Ciclomotores) ou ACC e categoria B. Os requisitos para a habilitação são: ser penalmente imputável (18 anos completos); saber ler e escrever e possuir documento de identidade e CPF.

O candidato deverá submeter-se aos devidos processos para retirar a habilitação: Exame médico (aptidão física e mental); Avaliação psicológica; Exame escrito (teórico); Exame de Direção Veicular (realizado em via pública, em veículo da categoria para qual esteja habilitando). O processo de habilitação ficará ativo durante 12 meses, contados da data do requerimento do candidato.

Publicada em 16/5/2017 às 21h12.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/