/cursos/presencial/graduacao/engenharia-mecatronica/ /cursos/presencial/graduacao/engenharia-mecatronica/ 349 54 Engenharia Mecatrônica Graduação

Formação: Bacharelado

Modalidade: Presencial

Período: Noturno

Duração: 5 anos

Vagas: 80

Engenharia Mecatrônica

O Curso

O curso de Engenharia de Automação e Sistemas - Engenharia Mecatrônica - atende a uma clara necessidade de profissionais que a sociedade demanda nos dias de hoje. Esse curso está presente em quase tudo o que fazemos e caracteriza-se como uma atividade geradora de empregos dos mais diversos níveis e qualidades. Encontram-se os conhecimentos e a tecnologia mecatrônica dos telefones celulares aos grandes computadores, das máquinas de lavar roupas às sofisticadas máquinas automáticas, dos aparelhos médicos aos grandes aviões, etc.

A mecatrônica caracteriza-se como uma área da engenharia na qual é desenvolvida as tecnologias que integram as áreas de engenharia mecânica, eletrônica, computação e controle. A nova área nasceu dentro da evolução histórica de engenharia quando, na busca de soluções tecnológicas mais avançadas, uniram-se inicialmente a mecânica, nos seus vários segmentos, como o mecânico, o térmico, o hidráulico, etc., a eletrônica e a computação. Isso aconteceu em meados do século passado.

Dos anos 70 até hoje, este conceito evoluiu muito devido ao seu grande potencial em possibilitar o desenvolvimento de novas e interessantes tecnologias, bem como de permitir a substituição de soluções tecnológicas em muitos produtos já comercializados.

Nesse contexto, o curso de Engenharia Mecatrônica da Uniara objetiva a formar um profissional preparado para o mercado de trabalho, com conhecimentos permanentes e prática de trabalho em equipe, com reconhecimento da importância do comportamento ético e profissionalmente correto. O engenheiro mecatrônico formado pela Instituição deve ter, ainda, desenvoltura, iniciativa, capacidade analítica e espírito empreendedor na elaboração da solução de problemas de engenharia e de reconhecimento da necessidade que a sociedade tem dos trabalhos de um profissional preparado para resolver os seus problemas nos mais diversos aspectos.

Mercado de Trabalho

A Mecatrônica é um ramo da engenharia em que são desenvolvidas as tecnologias que integram áreas de engenharia mecânica, eletrônica, computação e controle. Atualmente, essa área do conhecimento está presente em todos os níveis da vida humana. Pode ser encontrada em celulares, eletrodomésticos, computadores, sofisticadas máquinas automáticas, etc. Seu grande potencial em possibilitar o desenvolvimento de novas tecnologias, bem como a substituição de soluções tecnológicas de produtos já existentes, fazem dela uma área em que a formação de peritos é essencial.

O mercado de trabalho para o engenheiro mecatrônico é muito amplo, visto que esse profissional pode atuar nos mais diversos segmentos, como na fabricação de telefones celulares, eletrodomésticos e automóveis, em instalações elétricas e de água e esgoto, em aviões, satélites, navios e foguetes. O curso também prepara profissionais para estimularem o surgimento de novas empresas e atuarem com o conhecimento dos potenciais tecnológicos do Brasil, atuando em parceria com o governo nos níveis municipal, estadual e federal, conduzindo ao estabelecimento as políticas nacionais de desenvolvimento.

Matriz Curricular

1ª SÉRIE

Disciplinas

Carga Horária

Complementos de Matemática

80

Instrum. Assistida por Computador

80

Sistemas Digitais

80

Álgebra Linear e Geometria Analítica

80

Física Geral I

80

Física Experimental I

80

Expressão Gráfica

80

Comunicação Oral e Escrita

40

Química Geral e Experimental

80

Algoritmos e Programação I

80

Computação para Engenharia

120

Introdução à Engenharia Mecatrônica

40

Total da Série

920

2ª SÉRIE

Disciplinas

Carga Horária

Calculo Diferencial e Integral I

160

Eletrônica Básica

80

Eletricidade

120

Algoritmos e Programação II

160

Matemática Aplicada Básica

80

Mecânica Geral

80

Cálculo Numérico

80

Física Geral II

80

Física Experimental II

80

Prob. e Estatística Aplicada

80

Total da Série

1000

3ª SÉRIE

Disciplinas

Carga Horária

Instrumentação e Metrologia

80

Dinâmica de Sistemas I

80

Eletricidade e Eletromagnetismo

80

Resistência dos Materiais

80

Processos de Fabricação

120

Microprocessadores e Microcontroladores

200

Mecânica dos Fluidos

80

Termodinâmica I

80

Eletrônica Aplicada

120

Total da Série

920

4ª SÉRIE

Disciplinas

Carga Horária

Química Tecnológica

80

Termodinâmica I

80

Sistemas de Controle

240

Eletrotécnica Aplicada

80

Aplicação de Circuitos Integrados

120

Economia, Administração e Organização

40

Eletrônica Industrial

80

Maq. e Mat. para Engenharia

80

Elementos de Mecatrônica e de Máquinas

80

Metodologia de Pesquisa I

80

Total da Série

960

5ª SÉRIE

Disciplinas

Carga Horária

Projeto e Fabricação Assistidos por Computador

80

Termodinâmica Aplicada

80

Projeto e Desenvolvimento do Produto

40

Engenharia Econômica

40

Automação de Sistemas Mecatrônicos

200

Projetos Mecatrônicos

120

Controle Hidráulico e Pneumático

80

Robótica e Manufatura

120

Ética e Legislação Profissional

40

Gestão Ambiental

40

Sistemas de Controle Digital

40

Metodologia de Pesquisa II

80

Total da Série

960

Metodologia

A metodologia de ensino do curso de Engenharia Mecatrônica da Uniara baseia-se no binômio ensino-apredizado. Esse aprendizado acontece por meio de experimentos de laboratório realizados ao longo do curso. Os experimentos possuem características não usuais por estarem fortemente baseados, desde as primeiras séries, em experimentos relacionados com a engenharia, buscando-se alcançar uma motivação conjugada ao aprendizado específico da mecatrônica e de outros conhecimentos de ordem geral da engenharia.

A estrutura curricular do curso possui, em cada período, disciplinas cujas ementas permitem delinear a sua relação com as outras, formando um conjunto de conhecimentos que possibilitam uma forma diferenciada de aprendizado para os alunos. Os objetivos das disciplinas específicas são alcançados de forma progressiva e planejada, desde os primeiros períodos, por meio de exemplos de engenharia aplicados nas disciplinas básicas.

A metodologia de ensino pretende ser uma resposta à dificuldadede se aplicar um ensino eficiente que tenha motivação, assimilação de conhecimentos, desenvolvimento de espírito empreendedor e de amplo conceito de cidadania, treinamento profissional, aprendizado para o trabalho individual e coletivo e desenvolvimento das capacidades de análise e síntese de problemas de engenharia, entre outras.

Para atender aos objetivos propostos, a metodologia de ensino do curso de Engenharia Mecatrônica da Uniara atua em quatro frentes:

Ensino prático

Os aspectos práticos do ensino são suportados pelo elenco de disciplinas profissionalizantes que preparam os estudantes para o trabalho nas áreas de controle de processos, automação da manufatura e análise experimental automatizada.

Outros aspectos também importantes serão desenvolvidos no curso, aumentando a empregabilidade dos egressos, tais como:

  • Treinamento no uso de pacotes computacionais de amplo uso nas indústrias;
  • Desenvolvimento de habilidades em técnicas experimentais;
  • Desenvolvimento de experiência em integração de sistemas e produtos mecatrônicos.

Treinamento na instalação de plantas piloto, potencializando-se os alunos para empregos na área de instalação de plantas para controle de processos contínuos e discretos.

Ensino Integrado

O que caracteriza o ensino integrado no curso de Engenharia Mecatrônica da Uniara é, principalmente, o fundamento de que as disciplinas, sendo interdependentes, necessitam desenvolver seus conteúdos de forma integrada.

Nos últimos três anos, em que os alunos aprendem as disciplinas profissionalizantes, a integração se dá em um número bastante grande de disciplinas; assim, para o desenvolvimento de um projeto relacionado ao controle de processos (automação de processos contínuos, utilizando redes de comunicação instaladas no chão de fábrica), são utilizados conhecimentos de diversas disciplinas, tais como Introdução à Técnica de Programação, Computação para Engenharia Mecatrônica, Computação para Experimentos e Estruturas de Dados, Instrumentação e Metrologia, Microcomputadores e Microprocessadores, Sistemas de Controle e Controle de Processos I e II, entre outras.

A integração como um todo, nos três últimos anos, está focada em três principais áreas de produtos mecatrônicos:

  • Automação da Manufatura (Robôs, Máquinas CNC, CLP, etc);
  • Controle de Processos (Processos contínuos, Redes de chão de fábrica, Automação, etc);
  • Automação de Laboratórios (Automatização de Ensaios de Laboratórios de Materiais, de Instrumentação em Processos, de Metrologia, etc).

Projetos aplicados

Nos últimos dois anos, os alunos constroem produtos relacionados  às três grandes áreas de ensino em que se baseia o curso de Mecatrônica: automação da manufatura, controle de processos e automação de laboratórios.

Os produtos que são desenvolvidos pelos alunos são selecionados para que eles tenham um conceito de projeto o mais próximo possível da profissão do mecatrônico. Além disso, a experiência do empreendedorismo está presente no desenvolvimento desses produtos, fazendo com que os alunos tenham uma experiência completa de como se deve proceder para desenvolver adequadamente um produto.

Estágios

O estágio supervisionado, obrigatório para todos os alunos, é utilizado no curso de Mecatrônica para que os estudantes tenham contato com empresas envolvidas com assuntos mecatrônicos. Dessa forma, a partir do desenvolvimento de seus produtos e do estágio supervisionado, o aluno, ao se formar, estará pronto para ser útil e produzir produtos, processos, softwares e máquinas mecatrônicas, assim como a trabalhar em empresas de serviços, instalação, manutenção e operação de produtos mecatrônicos.

Corpo docente

Coordenação

Marcelo Wilson Anhesine possui graduação em Engenharia Mecânica pela Universidade de Bauru (1987), atualmente, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP, mestrado em Engenharia Metalúrgica pela Universidade de São Paulo - EESC-USP (1993) e doutorado em Engenharia Mecânica também pela EESC-USP (1999). Ministra aulas no ensino superior desde 2002.
http://lattes.cnpq.br/7034917372221314

Docentes

Antônio Marcos Vila possui mestrado em Matemática (1977) pela Universidade de São Paulo - USP e doutorado em Ciências (1983) pela mesma Instituição. Ministra aulas no ensino superior desde 1975.
http://lattes.cnpq.br/4783375040156029

Carlos Magno de Oliveira Valente possui graduação e mestrado em Engenharia Mecânica pela Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo - USP. É doutor pelo Departamento de Mecânica da mesma Instituição, em conjunto com o Laboratory for Manufacturing Automation da Universidade da Califórnia. Ministra aulas no ensino superior desde 2009.
http://lattes.cnpq.br/4628735591561897

Cassia Teresa Ramelo Guerreiro possui bacharelado em Química pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP, mestrado e doutorado (2001) em Química pela mesma Instituição. Ministra aulas no ensino superior desde 2001.
http://lattes.cnpq.br/2694178382132231

Délson Luiz Módolo possui graduação em Engenharia Mecânica pela Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo - USP, mestrado e doutorado em Engenharia Mecânica pela mesma Instituição. Ministra aulas no ensino superior desde 2000.
http://lattes.cnpq.br/6281489266052513

Edilson Reis Rodrigues Kato possui graduação em Engenharia Elétrica pela Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo - USP, mestrado e doutorado em Engenharia Mecânica - Automação de Sistemas Discretos pela mesma Instituição. Possui, ainda, pós-doutorado em Engenharia de Computação - Automação de Sistemas pela Universidade Federal de São Carlos UFSCar. Ministra aulas no ensino superior desde 2002.
http://lattes.cnpq.br/8517698122676145

José Camilo Barbosa possui graduação em Física pela Universidade de São Paulo - USP, mestrado em Física pela mesma Instituição e doutorado em Física - University of Warwick Ministra aulas no ensino superior desde 1999.
http://lattes.cnpq.br/4909093481506949

José Luis Garcia Hermosilla possui graduação em Engenharia Mecânica pela Universidade de São Paulo - USP, mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina e doutorado em Engenharia Mecânica pela USP. Ministra aulas no ensino superior desde 2009.
http://lattes.cnpq.br/6515815793300720

Maria Ângela de Pace Almeida Prado Giongo possui graduação (licenciatura e bacharelado) em Matemática pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho UNESP, mestrado em Matemática pela Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo - USP e doutorado em Ciências pela mesma Instituição. Ministra aulas no ensino superior desde 1974.
http://lattes.cnpq.br/8626153486443125

Oswaldo Antonio Beraldo possui graduação em Engenharia Elétrica com ênfase em Eletrônica pela Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo - USP e mestrado em Engenharia Elétrica pela mesma Instituição. Há mais de dez anos ministra aulas para cursos superiores. Ministra aulas no ensino superior desde 1994.
http://lattes.cnpq.br/7841261434253082

Rafael Vieira de Sousa possui graduação em Engenharia Elétrica, mestrado e doutorado pela Universidade de São Paulo - USP. Possui pós-doutorado em parceria com a EMBRAPA e a GETESI. Ministra aulas no ensino superior desde 2005.
http://lattes.cnpq.br/1999327794032638

Veridiana de Fátima Orlandi Gomes possui licenciatura em Matemática pela Universidade de São Paulo - USP/São Carlos e mestrado em Engenharia de Produção pela mesma Instituição. Há seis anos ministra aulas em cursos superiores.
http://lattes.cnpq.br/4886423536085363

Verônica Oliveira de Carvalho possui graduação em Ciência da Computação pela Universidade Paulista, mestrado em Ciência da Computação pela Universidade Federal de São Carlos UFSCar e doutorado na mesma área pela Universidade de São Paulo - USP. Ministra aulas no ensino superior desde 2004.
http://lattes.cnpq.br/1961581092362881

Vestibular

INICIAR INSCRIÇÃO NO VESTIBULAR

Data da Prova 

29/03/2017 (das 19 às 21 horas)

Prazo de Inscrição

Na Uniara: de 23/03/2017 até 27/03/2017 (22:00 h)
Na Internet: de 23/03/2017 até 27/03/2017 (23:59 h)

Taxa de inscrição

Gratuita

SAIBA MAIS SOBRE O VESTIBULAR

Aguarde mais informações.

Contato

Telefone

Ligação gratuita: 0800 55 65 88
Horários: 2ª a 6ª feira, das 8h às 22h e sábado das 8h às 12h.

Endereço

Universidade de Araraquara – Uniara
Rua Carlos Gomes, 1338 – Centro – Araraquara/SP.
Horários: 2ª a 6ª feira, das 8h às 22h e sábado das 8h às 12h.

Dúvidas

Deixe sua mensagem abaixo:


Utilizamos o RECAPTCHA como medida de segurança no envio de mensagens através do nosso site. Caso você tenha dúvidas sobre a utilização desse sistema, clique aqui e saiba mais sobre o RECAPTCHA.

Profissão

A Mecatrônica é um ramo da engenharia em que são desenvolvidas as tecnologias que integram áreas de engenharia mecânica, eletrônica, computação e controle. Atualmente, essa área do conhecimento está presente em todos os níveis da vida humana, sendo encontrada em telefones celulares, eletrodomésticos, computadores, sofisticadas máquinas automáticas, aparelhos médicos, aviões, robôs, etc. Seu grande potencial em possibilitar o desenvolvimento de novas tecnologias, bem como a substituição de soluções tecnológicas de produtos já existentes, fazem dela uma área em que a formação de peritos é essencial.

O engenheiro mecatrônico formado pelo curso da Uniara estará apto, além do desenvolvimento de tecnologias, a compreender as necessidades e desejos da sociedade e, com isso, desempenhar sua tarefa de maneira a promover o progresso das empresas, aumentando a produção e a produtividade, melhorando o nível de qualidade da produção e dos produtos e facilitando a criação de novos empregos.

Laboratório

O curso de Engenharia Mecatrônica da Uniara utiliza quatro laboratórios básicos e oito laboratórios aplicados para o desenvolvimento de suas disciplinas. Esses laboratórios são montados com modernos e eficientes equipamentos que, além de possibilitarem um ensino de nível e atualizado, colocam o aluno em contato com equipamentos frequentemente utilizados nas indústrias. Dessa forma, o aluno, ao se formar, pode oferecer às indústrias os conhecimentos mais importantes de sua área de atuação. Conheça os laboratórios e a finalidade com que são usados:

Laboratório de Física

Experimentos para comprovação e aprendizado das leis físicas.

Laboratório de Química 

Experimentos para comprovação e aprendizado das leis e experimentos químicos.

Laboratório de Software Básico 

Sala de microcomputadores para ensino de desenho, para o qual é utilizado o software Solid Edge, um dos mais atuais softwares para projeto e fabricação automática. Nesse laboratório também são ensinadas as linguagens básicas de programação.

Laboratório de Software Aplicado 

Nesse laboratório, os alunos utilizam-se de um Software do campo de Engenharia de Produção denominado Jogos de Empresas, em que aprendem a simular uma empresa, os produtos que podem ser desenvolvidos por ela e de que forma são contabilizados os lucros e prejuízos, desenvolvendo-se o espírito empreendedor.

Laboratório de Eletrônica I - Básico, Hardware, Digitais 

O curso de Mecatrônica, por ser a união das Engenharias Mecânica e Eletrônica, Computação e Automação, depende, para o aprendizado da eletrônica analógica e digital, bem como o de microcomputadores e microprocessadores, que o aluno desenvolva projetos, dê manutenção, instale e opere equipamentos mecatrônicos. Máquinas modernas de lavar roupa, bombas de gasolina e fabricação de remédios precisam, na sua produção, de instalação, operação e manutenção. Para isso, utilizam-se dos recursos eletrônicos aprendidos nesse laboratório.

Laboratório de Eletrônica II - Básico e Telecom 

Neste laboratório os alunos desenvolvem a capacidade de trabalhar com softwares para modelagem de sistemas, aprendendo soluções teórico-práticas de problemas mais elaborados em engenharia. Aprendem, também, linguagens e ferramentas computacionais utilizados em monitoramento e controle de processos, tais como aplicados nas indústrias de alimento, aviação, petroquímica, petroleira, etc.

Laboratório de Computação para Engenharia 

Os equipamentos mecatrônicos utilizam-se de linguagens específicas que devem ser aprendidas para, em seguida, serem utilizadas nas disciplinas de projeto e desenvolvimento de produtos. Neste laboratório, os alunos aprendem a utilizar essas linguagens.

Laboratório de Computação Aplicada

O curso prevê a construção de produtos mecatrônicos com características industriais, em que são instalados, com frequência, microcontroladores, além de microcomputadores pessoais para monitoria e aquisição de sinais. Neste laboratório, o aluno desenvolve os programas específicos dos produtos que irá desenvolver no decorrer do curso. Pequenos fornos, aquecedores industriais de ar e controladores de temperaturas de tanques são alguns dos exemplos de produtos que poderão ser desenvolvidos pelos alunos no quarto e quinto ano.

Laboratório de Fluidos, Térmicos, Hidráulica e Pneumática 

A fenomenologia básica dos problemas térmicos e fluidos, por suas características abstratas e de difícil visualização, requerem, para que os alunos possam assimilá-las, práticas de laboratório específicas dessa área. Importante por tratar de assuntos relacionados ao consumo de energia, que torna-se cada mais vital, depende de soluções que irão se basear nesses conhecimentos. Assim, caldeiras, motores a combustão, turbinas de aviões, processos químicos, eletroquímicos e petrolíferos desempenham importante papel na economia dos países e são desenvolvidos e aprimorados com o uso desses conhecimentos. Circuitos hidráulicos e pneumáticos estão relacionados com a automação de máquinas e processos de fabricação, tornado-se importante ter um contato prático com esses equipamentos. Processos automáticos de empacotamento, engarrafamento e controle de qualidade automatizado, entre outros, utilizam-se enormemente desses dispositivos.

Laboratório de Processos contínuos, CLP, Supervisórios e Controle 

Os alunos farão aulas práticas em pequenos processos contínuos instalados nos laboratórios, um para automação industrial onde se usa o protocolo Fieldbus Foundation - um dos mais usados no mundo - e um outro protocolo usado para pequenos processos, como comunicação em máquinas, mas principalmente em automação predial e residencial em instalações denominadas edifícios inteligentes.

Laboratório de Materiais, Instrumentação e metrologia 

A disciplina de materiais é desenvolvida para que o aluno conheça as características dos materiais, para aplicá-los corretamente nas construções de máquinas mecatrônicas. Os ensaios de determinação das características dos materiais constituem uma das qualidades desse laboratório. A instrumentação e a metrologia correspondem a conhecimentos essencialmente experimentais, razão pela qual um bem equipado laboratório de medidas dimensionais, medidas estáticas e medidas dinâmicas, ou seja, que variam no tempo, são postos à disposição dos alunos e largamente utilizados em aulas práticas das disciplinas de instrumentação e diversas outras.

Laboratório de  Processos de fabricação e Oficina mecânica

A oficina mecânica e os processos de fabricação são assuntos estreitamente relacionados. Na oficina, o aluno pratica os principais processos de fabricação aprendidos nas disciplinas de processos e, posteriormente, utiliza esse conhecimento na construção de peças necessárias aos produtos que desenvolverá durante os dois últimos anos do curso.

Sala para Iniciação Científica – Alunos de graduação e pós-graduação 

O CTU - Centro de Tecnologia da Uniara - constitui um local de desenvolvimento tecnológico no qual os alunos são estimulados, desde o início de seus cursos, a desenvolverem e construírem projetos aplicados, onde aprendem e praticam conhecimentos relacionados às mais modernas tecnologias utilizadas pelas indústrias. Sob a orientação de um professor, os alunos podem desenvolver trabalhos de iniciação científica e, para isso,  uma sala com os recursos necessários lhes é disponibilizada para que  possam estudar e permanecer o tempo que for necessário para o desenvolvimento dessa atividade.

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N