/cursos/presencial/graduacao/engenharia-agronomica/ 343 111 Engenharia Agronômica Graduação

Formação: Bacharelado

Modalidade: Presencial

Período: Diurno ou Noturno

Duração: 5 anos

Vagas: 200

Engenharia Agronômica

O Curso

A Uniara oferece a Araraquara e toda região uma ótima oportunidade aos que desejam se profissionalizar e atuar na área de agricultura. O curso de Engenharia Agronômica está estruturado para transmitir os mais atuais conceitos tecnológicos, preparando o aluno para vencer os desafios da profissão. Nosso objetivo é formar um Agrônomo capaz de promover, orientar e administrar a utilização dos fatores relacionados à produção agrícola, buscando racionalizar a produção vegetal e animal. O planejamento, a pesquisa e a aplicação de técnicas, métodos e processos para a solução dos problemas ligados à agricultura compõem a atuação do profissional de Agronomia.

A tendência do mercado de trabalho para o engenheiro agrônomo é muito favorável e de ótima perspectiva no Brasil. Atualmente, é uma profissão que merece destaque devido à grande projeção que o Brasil vem alcançando na produção de energia obtida a partir de fontes renováveis (álcool e biodiesel), os chamados biocombustíveis. A “agroenergia” e a produção intensiva de alimentos são os principais responsáveis pelo crescimento do setor.

Mercado de Trabalho

O Agronegócio movimenta bilhões de dólares em nossa região e gera grandes oportunidades de emprego para o engenheiro agrônomo. É evidente a expansão no mercado de trabalho do agrônomo. Dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento confirmam que o agronegócio brasileiro tem grande potencial de crescimento. O mercado interno é expressivo para diversos produtos aqui cultivados e o mercado internacional tem apresentado acentuado aumento no consumo.

Nossa região tem excelente potencial de crescimento por diversos fatores, principalmente porque tem vasta extensão de terra fértil e está geograficamente bem posicionada, o que facilita e barateia os custos de produção, distribuição e logística do agronegócio. As culturas de cana-de-açúcar e laranja já movimentam bilhões em negócios. Além disso, a região tem todas as condições favoráveis para produzir diversas culturas e criar ainda mais oportunidades para o profissional da agronomia. A agroindústria é a principal âncora econômica da região de Araraquara, gerando empregos e impulsionando a economia. Há grandes produtores e exportadores de suco de laranja, usinas de açúcar e álcool, e vocação agrícola para soja, milho, amendoim, usina de biodiesel e produção de etanol - fonte de energia renovável e menos poluente que os derivados de petróleo.

Matriz Curricular

1ª Série
Disciplinas Carga Horária
Total da Série 1250
Sociologia Rural Política e Desenvolvimento Agrário 150
Citologia e Morfologia Vegetal 150
Desenho Técnico 100
Informática 150
Introdução à Agronomia e ao Agronegócio (1° semestre) 50
Ética, Comunicação e Extensão Rural (2º semestre) 50
Complementos de Matemática 100
Iniciação Científica e Metodologia de Pesquisa 100
Zoologia 100
Introdução à Física 100
Introdução à Química 100
Agrometeorologia 100
2ª Série
Disciplinas Carga Horária
Total da Série 1450
Física 100
Economia e Administração do Agronegócio 100
Química 150
Genética Geral 100
Geologia, Mineralogia e Solos 150
Botânica e Sistemática Vegetal 150
Microbiologia Agrícola 100
Energia e Eletrificação Rural 100
Bioquímica e Fisiologia Vegetal 250
Estatística e Análises Experimentais 150
Matemática 100
3ª Série
Disciplinas Carga Horária
Total da Série 1550
Biotecnologia Vegetal 100
Ecologia, Manejo e Gestão Ambiental 100
Manejo e Conservação do Solo 100
Máquinas e Mecanização Agrícola 300
Manejo de Bacias Hidrográficas 100
Construções Rurais 150
Gestão Empresarial e Marketing 100
Melhoramento Genético e Propagação Vegetal 150
Gestão Empresarial e Marketing 100
Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas 150
Topografia 100
Hidráulica 100
4ª Série
Disciplinas Carga Horária
Total da Série 1450
Cartografia e Geoprocessamento 100
Noções de Zootecnia 100
Fitossanidade 150
Sistemas Agroindustriais 100
Olericultura 100
Entomologia Agrícola 150
Fruticultura 150
Agricultura 300
Fertilidade, Corretivos e Adubação 100
Defensivos Agrícolas 100
Produção e Tecnologia de Sementes 100
5ª Série
Disciplinas Carga Horária
Total da Série 1325
Avaliação e Divisão de Terras e Perícias Rurais 150
Forragicultura e Pastagem 100
Tecnologia Pós-Colheita e Controle de Produtos Agropecuários (1° semestre) 75
Paisagismo, Floricultura, Parques e Jardins 150
Sistemas de Irrigação e Drenagem 150
Reflorestamento 100
Tecnologia do Açúcar e Álcool (2° semestre) 75
Plantas Medicinais e Aromáticas 100
Libras 50
Estágio Supervisionado 300
Trabalho de Conclusão de Curso 75

 

Corpo docente

Coordenação

Celia Correia Malvas possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal do Mato Grosso dos Sul, mestrado e doutorado em Fitopatologia pela Universidade de São Paulo - USP. Ministra aulas no ensino superior desde 2010.
http://lattes.cnpq.br/2761281960503406

Docentes

Adilson José Rocha Mello possui graduação em Engenharia Agronômica (1987), mestrado em Agronomia - Ciências do Solo (2006) e doutorado em Agronomia - Ciências do Solo (2011) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP . Ministra aulas no ensino superior desde 2011.
http://lattes.cnpq.br/2737775471750976

Anaira Denise Caramelo possui graduação em Ciências Biológicas, com licenciatura e bacharelado em Meio Ambiente, e mestrado em Agronomia, pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho UNESP. É presidente do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente de Pirangi (COMDEMA). Ministra aulas no ensino superior desde 2010.
http://lattes.cnpq.br/9979007535527921

Humberto Vinicius Vescove possui graduação em Engenharia Agronômica, mestrado em Agronomia, na área de Ciências do Solo e doutorado em Agronomia, em Produção Vegetal, todos pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho UNESP. Ministra aulas no ensino superior desde 2011.
http://lattes.cnpq.br/6094045968649091

João Henrique Gião Borges possui bacharelado em Química (1989) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP, licenciatura em Computação (2012) pelo Centro Universitário Claretiano de Batatais - CEUCLAR. É mestre em Química (1992) pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar e doutor em Química Orgânica (1998) pela Universidade de São Paulo - USP. Ministra aulas no ensino superior desde 2000.
http://lattes.cnpq.br/8099242351174829

Sérgio Vinícius de Lima Grande ministra a disciplina de Introdução às Ciências Sociais. É graduado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista -Júlio de Mesquita Filho - UNESP (1998). Possui mestrado (2001) e doutorado (2006) pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia da mesma Instituição.
http://lattes.cnpq.br/7013163445767976

Stela Letícia Bisinotto possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Uberlândia - UFU, especialização em Arquitetura de Interiores pelo Centro Universitário de Araraquara - Uniara, em Engenharia de Segurança do Trabalho pela Faculdade de Engenharia Civil de Araraquara - FECA e mestrado (2012) em Construção Civil pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar. Ministra aulas no ensino superior desde 2010.
http://lattes.cnpq.br/6539271664132423

Vestibular

INICIAR INSCRIÇÃO NO VESTIBULAR

Data da Prova 

26/07/2017 (das 19h às 21h)

Prazo de Inscrição

Na Uniara: de 20/07/2017 até 24/07/2017 (22:00 h)
Na Internet: de 20/07/2017 até 24/07/2017 (23:59 h)

Taxa de inscrição

Gratuita

SAIBA MAIS SOBRE O VESTIBULAR

Aguarde mais informações.

Contato

Telefone

Ligação gratuita: 0800 55 65 88
Horários: 2ª a 6ª feira, das 8h às 22h e sábado das 8h às 12h.

Endereço

Universidade de Araraquara – Uniara
Rua Carlos Gomes, 1338 – Centro – Araraquara/SP.
Horários: 2ª a 6ª feira, das 8h às 22h e sábado das 8h às 12h.

Dúvidas

Deixe sua mensagem abaixo:


Utilizamos o RECAPTCHA como medida de segurança no envio de mensagens através do nosso site. Caso você tenha dúvidas sobre a utilização desse sistema, clique aqui e saiba mais sobre o RECAPTCHA.

Profissão e Mercado

O Agronegócio movimenta bilhões de dólares em nossa região e gera grandes oportunidades de emprego para o engenheiro agrônomo. É evidente a expansão no mercado de trabalho do agrônomo. Dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento confirmam que o agronegócio brasileiro tem grande potencial de crescimento. O mercado interno é expressivo para diversos produtos aqui cultivados e o mercado internacional tem apresentado acentuado aumento no consumo.

Nossa região tem excelente potencial de crescimento por diversos fatores, principalmente porque tem vasta extensão de terra fértil e está geograficamente bem posicionada, o que facilita e barateia os custos de produção, distribuição e logística do agronegócio. As culturas de cana-de-açúcar e laranja já movimentam bilhões em negócios. Além disso, a região tem todas as condições favoráveis para produzir diversas culturas e criar ainda mais oportunidades para o profissional da agronomia.

A área de trabalho na região

A agroindústria é a principal âncora econômica da região de Araraquara, gerando empregos e impulsionando a economia. Há grandes produtores e exportadores de suco de laranja, usinas de açúcar e álcool, e vocação agrícola para soja, milho, amendoim, usina de biodiesel e produção de etanol - fonte de energia renovável e menos poluente que os derivados de petróleo.

Veja a notícia abaixo, extraída do site do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, no ano de 2010:

Projeções no agronegócio brasileiro e estrangeiro impulsionam o mercado de trabalho do agrônomo

De acordo com as projeções do agronegócio brasileiro de 2009/2010 [...], países com grandes populações terão dificuldades de atender às demandas devido ao esgotamento de suas áreas agricultáveis. As dificuldades de reposição de estoques mundiais; o acentuado aumento do consumo, especialmente de grãos como milho, soja e trigo; o processo de urbanização em curso no mundo criam condições favoráveis aos países como o Brasil, que têm imenso potencial de produção e tecnologia disponível. A disponibilidade de recursos naturais no Brasil é fator de competitividade.

Os produtos mais dinâmicos do agronegócio brasileiro deverão ser a soja, carne de frango, açúcar, etanol, algodão, óleo de soja e celulose. Esses produtos indicam elevado potencial de crescimento da produção e das exportações para os próximos anos.

A produção de grãos, por exemplo, deverá passar de 129,8 milhões de toneladas em 2008/09 para 177,5 milhões em 2019/2020. Isso indica um acréscimo de 47,7 milhões de toneladas à produção atual do Brasil, e em valores relativos, 36,7%.

As estimativas realizadas até 2019/2020 são de que a área total plantada com lavouras deve passar de 60 milhões de hectares em 2010 para 69,7 milhões em 2020. Um acréscimo de 9,6 milhões de hectares [...].

Haverá expressiva mudança de posição do Brasil no mercado mundial. A relação entre exportações brasileiras e o comércio mundial, mostra que em 2018/2019, as exportações de carne bovina brasileira representarão 50,6% do comércio mundial; a carne suína representará 16,0% do comércio, e a carne de frango deverá representar 70% do comércio mundial [...].

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /cursos/presencial/graduacao/engenharia-agronomica/