Ageuniara

Abelhas são indispensáveis na cadeia alimentar

Por: RICARDO FERREIRA DE BARROS

30/10/2017

As abelhas são conhecidas pelo seu papel na polinização e na produção do mel. São insetos voadores que pertencem à ordem Hymenoptera, da superfamília Apoidea e possuem uma função vital na cadeia alimentar.

A bióloga Magda Yamada, de Araraquara (SP) relata que as abelhas são fundamentais para nossa vida. Segundo Magda, "com a extinção das abelhas, não haveria vida no planeta, pois elas são as principais polinizadoras, não apenas dos frutos, mas de tudo aquilo com que nos alimentamos, como grãos e outros produtos".

Magda ainda explica que “as abelhas possuem o papel de aumentar a função de produção do nosso alimento, sem elas não haveria maneira de obtermos alimentos , sendo seu papel insubstituível. ”

"Na China, devido à grande poluição, as abelhas  foram quase totalmente extintas, por isso muitos produtores estão fazendo manualmente esse trabalho de polinização nos frutos. O resultado, porém,  não  é semelhante ao que as  abelhas fazem na natureza; é um trabalho muito difícil e que exige muito esforço, mão de obra especializada e  qualificada , pois é algo muito delicado", explica a bióloga.

Em geral, as pessoas têm medo de ataque de abelhas e a bióloga salienta que algumas abelhas possuem peçonha, mas não buscam atacar os seres humanos, atacam apenas quando são ameaçadas. e que, normalmente, as abelhas nativas do Brasil não possuem nenhum comportamento agressivo.

"O que ocorre é  que para aumentar a produtividade, espécies de abelhas de origem Africana foram trazidas e, nesse cruzamento  - entre as abelhas africanas e as nativas- as várias  espécies derivadas se tornaram mais agressivas, pois não toleram contato e proximidade com os humanos. O maior problema é que o ataque é maciço; as abelhas costumam atacar em grupos, para protegerem a colmeia",explica.

Uma advertência dada por especialistas é que, em caso de um ataque, ou se alguém for alérgico, o ideal é procurar um pronto socorro imediatamente e utilizar  um anti-histamínico para evitar um choque anafilático.

O engenheiro agrônomo Edgar Esteves comenta que a maioria dos inseticidas usados nas lavouras como  Imidacloprido, Tiametoxam, Clotianidina e Fipronil causam  danos às abelhas, como desorientação na sua locomoção que faz com que não consigam encontrar a colmeia de origem.

Saúde

As abelhas, além de grande polinizadoras, são responsáveis pela produção do mel. A nutricionista Jaqueline Denois de Castro comenta: “o mel possui ação antioxidante e prebiótica  ajudando no balanço da microbiana intestinal. É uma ótima fonte de energia, pois é rico em carboidratos e açúcar”.

"O alimento também conta com potássio, magnésio, sódio, cálcio fósforo, ferro manganês, cobalto, cobre e alguns outros minerais. O potássio, sendo o mais presente, é interessante para o equilíbrio da pressão arterial", afirma.

O mel é um alimento muito versátil que pode ser usado para fortalecer o sistema imunológico, melhorando a capacidade digestiva e colaborando no alívio da prisão de ventre.  Ele também é considerado antisséptico, antirreumático, digestivo, expectorante e calmante, além de fazer com que a pele se torne mais macia, uniforme e sem manchas.

Para melhorar a resistência do organismo em casos de gripes e resfriados, pode ser associado com outros ingredientes, como própolis, canela e  limão.

"Apesar de todos esses benefícios, o alimento é contra indicado para crianças menores de 1 ano de idade, pessoas diabéticas e alérgicos", ressalta Jaqueline.

Publicada em 31/10/2017 às 21h15.

 

  



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/