Ageuniara

São Carlos poderá sediar Jogos Regionais em 2018 e esportistas locais se animam

Por: GUSTAVO MIGUEL CURVELO

19/10/2017

Em 2018, São Carlos (SP) pode ser sede dos Jogos Regionais pela terceira vez em sua história. Hospedeiro do evento em 2005 e 2013, o município, através do secretário municipal de esportes e lazer, Edson Ferraz, e do vereador Édson Ferreira (PRB), protocolou ofício na Secretaria Estadual de Esporte, Lazer e Juventude, há cerca de dois meses, e aguarda a definição do órgão para possivelmente receber aproximadamente 400 atletas da região na próxima temporada.

Internamente, a possibilidade de sediar o evento é vista com bons olhos pelos esportistas locais. Para o atleta e professor de capoeira, Luciano Semifoque, por exemplo, o fato de competir em sua cidade é motivo de maior tranquilidade para os atletas são-carlenses, tanto dentro quanto fora do ambiente esportivo.

“É uma experiência muito interessante, pois quem é da casa não precisa de alojamento ou viajar antes das provas e já conhece os locais onde vai competir. Isso é benéfico para quem se encontra nessa situação, ainda mais em uma cidade como São Carlos, que tem estrutura para comportar tranquilamente os Jogos Regionais”, avalia Semifoque.

Não menos importante, ele menciona o fator torcida e o possível legado do evento como pontos positivos para sua realização no município. “Evidentemente, a responsabilidade de competir na cidade será maior para os atletas, mas este público, podendo assistir aos Jogos, automaticamente conhecerá alguns esportes e possivelmente promoverá a divulgação destas modalidades, talvez até praticando-as no futuro”, complementa o capoeirista.

Com linha de raciocínio similar, a nadadora Caroline De Groote também assimila a recepção do evento como uma grande possibilidade de ganho para a juventude são-carlense. Salientando o potencial dos Jogos Regionais, ela acredita que o torneio pode acarretar na eclosão de novos talentos, assim como em um melhor conhecimento de alguns esportes por parte da sociedade em geral.

“Se a cidade sediar os jogos, teremos um bom público acompanhando as competições e, inclusive, várias crianças que vão querer praticar algum tipo de esporte. Além disso, os próprios moradores poderão descobrir mais sobre a área esportiva em São Carlos”, ressalta.

Agregado a isto, a nadadora também sente que a força vinda das arquibancadas pode ajudar os atletas locais a conquistar os lugares mais altos do pódio e, por consequência, classificações para os Jogos Abertos do Interior. “Prefiro, assim como alguns outros atletas, nadar na minha cidade porque é muito mais emocionante competir com a torcida a nosso favor e ser assistido por pessoas que conhecemos”, diz Caroline.

Experiência nas pistas

Na história são-carlense, quem esteve presente em todas as edições dos Jogos Regionais realizados no município é o velocista Israel Pelosi. Eleito atleta do ano em 2009, ele terá, desde seu ingresso na competição, sua primeira ausência em 2018 devido à aposentadoria como esportista de rendimento, mas concede dicas aos participantes para evitar a pressão e angariar bons resultados.

“Meu segredo foi tentar usar a torcida a meu favor. Quando corri em 2005 foi apenas uma experiência, mas em 2013, quando já tinha um conhecimento mais aprofundado, pude aproveitar um pouco mais e desempenhar um melhor rendimento, pois sabia da responsabilidade e treinei firme durante o ano pra fazer bonito diante da nossa torcida”, comenta.

Segundo ele, a cidade tem possibilidades reais de realizar uma competição organizada, proporcionando ainda um retorno futuro. “São Carlos tem condições de fazer algo interessante, pois, a exemplo do atletismo, hoje temos uma estrutura melhor que há quatro anos, e isto acontece também em outros esportes. Somado a isso, atualmente a Secretaria de Esportes e Lazer conta com o Édson [Ferraz] à frente, que conhece a área e, sem dúvida, pode deixar algo muito bom para os próximos anos”, completa Pelosi.

Publicada em 24/10/2017 às 21h18.



Destaques:

Reportagens recentes:

Todas as reportagens

Reproduzir o conteúdo do site da Uniara é permitido, contanto que seja citada a fonte. Se você tiver problemas para visualizar ou encontrar informações, entre em contato conosco.
Uniara - Universidade de Araraquara / Rua Carlos Gomes, 1338, Centro / Araraquara-SP / CEP 14801-340 / 16 3301.7100 (Geral) / 0800 55 65 88 (Vestibular)
N /ageuniara/